SONHOS

O Poder dos Sonhos

Não seja empurrado pelos seus problemas. Seja impulsionado pelos seus sonhos!



sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Amor de verdade brilha


amor de verdade brilha 

E um amor inocente que cala a alma de gente 
E um amor sem limite que se doar por prazer 
E amor incondicional que faz a alma doer 
Amor assim sem igual jamais tornarei a ter 
Amor sentido da vida sentido de tudo sentido do mundo 
Que todos que ama pense primeiro no se doar 
No simplismente amar por amor amor sem cobrança 
Amor que tudo perdoa 
Amor que é sublime 
Que embora alguém se va vc deixa o parte 
Tudo isso por amor a esse alguém 
Esse é o amor verdadeiro!. 

(autor desconhecido) 

Renovação


Uma arvore em flor 
Fica despida no outono 
A beleza transforma 
Em feiúra, a juventude 
Em velhice e o erro em virtude 
Nada mais fica igual e 
Nada mais existe realmente 
Portanto as aparências e o vazio 
Existem simultaneamente 

O renovar das estações 
É necessário 

Assim como o renovar 
Das esperanças 
Em nossos corações 

(autor  desconhecido) 

Universo sem fim -Carlos Bignardi


Você nos meus pensamentos... 
"Não existe tempo que nos separe 
nem lugares que possam nos afastar, 
pois você estará sempre nos meus pensamentos 
e as minhas mãos vão sempre te segurar e na viagem, 
espacial eu me mergulho no qual te busco para meu eu, 
assim sendo fico feliz em viver e vivendo não te esquecerei e que no espaço, 
te acolho para um céu brilhante que iluminara o nosso encontro celestial! 
Que o nosso universo nunca acabe e se aprofunde cada vez mais! 
O depois do depois .... 
Em cada palavra 
O carinho 
Em cada carinho 
A suavidade de minhas palavras 
E o que vem 
Depois da palavra 
Depois do carinho 
Depois do abraço 

Só o amanhã pode nos contar. 

(Carlos Bignardi) 

sábado, 18 de agosto de 2012

Amar


AMAR 

Amar é uma palavra sagrada 
Pureza que vem do coração 
Vai nascendo de um nada 
Mais de tudo é razão... 
Amar... 
É um sentimento profundo 
Grandioso e sem igual 
Supera tudo no mundo 
Até mesmo o ódio e o mal.... 
Amar... 
É saber perdoar 
É saber padecer 
É sorrir e também chorar 
É a razão do viver.... 
Amar... 
É a mágica força que conduz a humanidade 
É ter a esperança e encontar felicidade. 
Isso sim é amar. 

(autor desconhecido)
 

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Caminhada


Se eu puder caminhar observando a amplidão do horizonte... 
Não terei pressa, andarei mesmo assim com passos largos... 
Terei a minha frente o infinito e poderei construir minha passagem... 
Se eu vejo a amplidão, me vejo sem limites... 
Não existirá em meu trajeto obstáculos intransponíveis... 
Mas preciso da amplidão como espelho... 
Na verdade não quero o fim da caminhada, não quero um objetivo a minha frente como uma marca de chegada... 
Quero a trilha e dela sentir sede de conquista-la para todo o sempre... 
Se levantar os olhos e ver esta amplidão... 
Estarei trilhando... 

Passo a passo... 

Estarei a caminho... 
E com um horizonte tão imenso a minha frente, não 
terei retornos, não vou questionar o que passou... 
Apenas irei... 
Se eu olhar para o lado e você estiver lá... 
Estarei sorrindo, e certa de que emoções vividas não são vãs... 
Te oferecerei a minha mão e poderemos ir juntos... 
Passo a passo... 
Em frente, com o mundo todo se abrindo a cada movimento e sem nunca querer chegar ao fim.... 
Você não é perfeito... 
Não gosto de perfeição, mas o que existe em você, o que sinto... 
O que "vejo" faz com que eu deseje olhar a amplidão, 
e queira caminhar em sua direção..

Autor  Desconhecido

sábado, 11 de agosto de 2012

Tomara - Vinícius de Moraes


Que você volte depressa 
Que você não se despeça 
Nunca mais do meu carinho 
E chore, se arrependa 
E pense muito 
Que é melhor se sofrer junto 
Que viver feliz sozinho 

Tomara 
Que a tristeza te convença 
Que a saudade não compensa 
E que a ausência não dá paz 
E o verdadeiro amor de quem se ama 
Tece a mesma antiga trama 
Que não se desfaz 

E a coisa mais divina 
Que há no mundo 
É viver cada segundo 
Como nunca mais... 

Vinícius de Moraes

Os anjos da beleza! - (Marisa Torres)


Os anjos da beleza 
são perfumados 
como campo de flores 
trazem no peito 
a bondade de beijar 
um rosto enrugando 
e com ternura acariciam 
um rosto esmagado pelas dores. 
Os anjos que fascinam 
apaziguam a dor 
até dos traidores. 

Anjos fascinantes 
que dominam o mundo 
a pregar amor 
e a lealdade 
olhamos tanto para a maldade 
e esquecemos até a felicidade 
tememos a própria bondade. 
Somos tementes do amar, 
do falar e do cantar. 
O anjo que temos em nós 
está adormecido, 
ta na hora de acordar... 
Vamos juntos dançar para o mundo 
sem medo de fascinar. 

(Marisa Torres)

Quando surge a esperança - Paulo M.Bernardo


Quando surge a esperança...

Quando tudo parece perdido,
Eis que surge a esperança...
Vinda não sei de onde,
Mandada sei bem por quem,
Para fazer a renovação
Da felicidade!
Vem calma e trás alegria,
Vem forte,
Vem poderosa...
Transforma preto em cor-de-rosa!
Ela não deixa longe de mais,
O amor e a paz!
A esperança acalma...
Canta e declama
A poesia da vida e da alma!
E com a luz de uma chama
Ela ilumina, brinca, anima...
E me faz ver,
Uma noite linda,
E um novo amanhecer!

Paulo M.Bernardo

domingo, 5 de agosto de 2012

A Medida da Paixão.



É como se a gente 
Não soubesse 
Prá que lado foi a vida 
Por que tanta solidão? 
E não é a dor 
Que me entristece 
É não ter uma saída 
Nem medida na paixão... 

Foi! 
O amor se foi perdido 
Foi tão distraído 
Que nem me avisou 
Foi! 
O amor se foi calado 
Tão desesperado 
Que me machucou... 

É como se a gente 
Pressentisse 
Tudo que o amor não disse 
Diz agora essa aflição 
E ficou o cheiro pelo ar 
Ficou o medo de ficar 
Vazio demais meu coração... 

Foi! 
O amor se foi perdido 
Foi tão distraído 
Que nem me avisou 
Nem me avisou! 
Foi! 
O amor se foi calado 
Tão desesperado 
Que me maltratou...


(Autor Desconhecido)

Poética - Vinícius de Moraes


Poética 

De manhã escureço 
De dia tardo 
De tarde anoiteço 
De noite ardo. 

A oeste a morte 
Contra quem vivo 
Do sul cativo 
O este é meu norte. 

Outros que contem 
Passo por passo: 
Eu morro ontem 

Nasço amanhã 
Ando onde há espaço: 
– Meu tempo é quando. 

Vinícius de Moraes 

sábado, 4 de agosto de 2012

Receita de beleza interior - Mirhyam Conde Canto


Para que se encaixar em padrões?
Você é um ser único, inigualável, portanto apaixone-se por suas qualidades!!!
Gostar de si mesmo, valorizar-se, aceitar-se como é, sentir a liberdade de pensar como quiser e ser sempre feliz - da sua maneira, saboreando intensamente cada dia, com todas as suas variações...
Agradecer pela vida abundante e inclusive pela idade (seja ela qual for) que faz com que você fique melhor, mais aprimorado e sábio enquanto caminha pela estrada do tempo.
Mais do que qualquer creme ou ginástica, é o exercício da beleza interior que conta.
Ter a sutileza de agradecer ao Sol pelo raiar de um novo dia e sentir no coração que durante a alvorada, em algum lugar, os anjos se reúnem para orar pela humanidade.
Ter a consciência de que a mãe-terra nos suporta com seu solo e nos alimenta com sua fartura.
Ter o orgulho de todas as experiências vividas, afinal, foram elas que trouxeram o ensinamento que precisávamos.
Na atualidade, quando se cultua tanto o aspecto físico, a perfeição do rosto, por que não reverenciar também o espírito, a perfeição da alma?
Quando nos sentimos em Paz conosco, essa serenidade interior transparece no olhar, nas atitudes, e nosso semblante transmite esse estado de espírito, nossa energia irradia Felicidade serena.
Quando estamos apaixonados a nossa energia também se transforma, impulsionando esse Amor para além de nossos próprios limites, trazendo brilho aos olhos e o sorriso solto nos lábios.
O segredo da beleza interior é esse, estar em paz consigo e amando muuuuito, a tudo e a todos...
Amar a vida, a si mesmo, os amigos, os desconhecidos, a natureza, as coisas que nos rodeiam.
E diariamente nutrir-se de sentimentos bons, de agradecimentos pela dádiva da vida. E ao término de cada dia, alinhavar novos sonhos, novas esperanças para o dia seguinte.
A pessoa sem amor, apática, sem vivacidade, acaba tornando-se um lago abandonado que se transforma dia a dia num charco de detritos, falta oxigênio (vida, inspiração) para purificar e fazer fluir a água parada.
A atitude, o movimento contínuo, esse é o cosmético principal da beleza interior.
A ação solta, livre de impedimentos, centrada no seu melhor, no respeito e amor por si próprio e pelos demais irá fazer a transformação interior que em pouco tempo transparecerá em seu rosto, mostrando ao mundo toda a sua individualidade e beleza.
Assim, a beleza interior necessita de 4 produtos que devem ser de uso diário:
- O demaquilante do conhecimento de nós mesmos, aquilo que realmente somos, sem máscaras,
- O tônico da aceitação de nós mesmos, apreciando e valorizando as qualidades e encarando também os defeitos,
- A utilização do esfoliante da liberdade de escolha do caminho que nossa alma quer trilhar (e que desse modo sempre nos trará felicidade) e por fim
- O hidratante do controle da própria vida, do poder individual que nutre a pele seca e cansada (reflexo da necessidade de agradar o outro, da obrigação de aceitar pessoas e situações que nos prejudicam), devolvendo a elasticidade e o brilho de poder guardar no cofre da alma somente aqueles que nos querem bem e com os quais sentimos afinidade e prazer em compartilhar a vida!!!
Mirhyam Conde Canto 

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Eu teria


Eu teria te amado por todas as noites...

Eu teria velado seu sono...

Eu teria te beijado por um dia inteiro...

Eu teria te dado colo em todos momentos tristes...

Eu teria te esquentado todas as madrugadas frias...

Eu teria envelhecido com você...

Eu teria te abraçado e te dito que te amo por cada segundo que eu vivesse...

Teria te amado ate o amanhecer de cada dia...

Eu teria vivido sempre ao seu lado, escutando cada batimento do seu coração, cada suspirar seu... Eu seria feliz em ter você como meu respirar, como minha vida, como meu futuro, como pai dos meus filhos...

Você foi meu sonho, meu ar, você foi minha vida... 

Autor Desconhecido

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Gestos- Machado de Assis

"Eu gosto de olhos que sorriem,
de gestos que se desculpam,
de toques que sabem conversar
e de silêncios que se declaram."

Machado de Assis